sábado, 30 de agosto de 2014

O Mundo dos Sonhos


Trata-se de um lugar agitado, onde tudo o que hoje há ali, não passa de um sonho que alguém teve no seu passado, uma vontade, ideia, ou quem sabe um pesadelo em uma noite inquieta. É um lugar confuso, as pessoas até se perdem... São tantos sonhos, que às vezes o sono pode não ser o bastante. São sonhos demais, a ponto de não haver mais conquistas suficientes, criando competição.

“Agora competimos por tempo, pois se eu não realizar meu sonho agora, alguém o fará antes, batendo minha porta... fechando minha fresta de janela... escurecendo meu quarto. Por isso devo me esforçar, para alcançar meu objetivo!”, disse ele(a).
No mundo dos sonhos tudo são objetivos, metas, tudo criado no “imaginário-coletivo”, todas as vontades, desejos, projetos de futuro dos habitantes deste mundo, não são realmente deles, são ideias, vontades e desejos já previamente programados, são sonhos e aquisições que foram “ditas” desde muito tempo “necessárias”. Assim, as pessoas sonham em triunfar sobre o outro sem sequer pensar nele, elas focam seus sonhos, que são a base, o alicerce deste mundo, em construções desconstrutoras, esquecendo-se dos poderes do imaginário, dos poderes de suas mentes, esquecem que todos os sonhos são partes de uma só realidade, que sonhando juntos não há NADA que não possa ser construído.

“Quando um sonha sozinho, é só um sonho
Quando todos sonham juntos, é realidade.”

0 comentários:

Postar um comentário